As tendências do pequeno varejo não se resumem mais em lojas físicas como antes, em todo País, pequenas e micro empresas estão apostando no e-commerce para crescer seu negócio. Em João Pessoa, a estratégia tem dado certo para um empresário, do supermercado Pedro Gondim. Com 3.500 clientes cadastrados, a empresa é a única na cidade com loja física e que atua no ramo online. Foi um aumento de 30% no faturamento, segundo o empresário, que apostou no mercado online para oferecer comodidade e praticidade a seus clientes.

“A ideia inicial partiu pelo delivery que já existia na empresa. Então, decidimos também atender com praticidade e comodidade o público da internet, que é uma ferramenta que encurta distâncias e facilita a vida de quem não tem muito tempo para ir ao mercado”, comentou o empresário.

Investimento no e-commerce

Para executar o negócio, o empresário investiu na criação do site e na compra de quatro veículos, três motos e um automóvel, para fazer a entrega dos pedidos. Segundo Quintino, a lucratividade do supermercado online ainda não supera as vendas do estabelecimento físico, embora tenha tido bons resultados, tendo aumentado mais ou menos em três mil itens para comercialização, que vão desde produtos de mercearia e padaria a hortifruti, higiene pessoal e pet shop.

Após fazer o cadastro e o pedido mínimo de R$ 70, pelo site, o cliente pode realizar o pagamento dos produtos adquiridos em dinheiro no ato da entrega ou em transferência bancária. A entrega é feita de forma gratuita, em todos os bairros da cidade e também na Grande João Pessoa, realizada no mesmo dia da compra ou pelo agendamento do cliente, de segunda-feira à sexta-feira, das 8h às 16h.

Você pode gostar de ver também:

Redes sociais e e-commerce: instrumentos essenciais para encantar o consumidor

Quais são os impasses no Comércio Eletrônico?

E-commerce atrai 61% dos brasileiros